Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Páginas Amarelas de Cabo Verde

Tudo que procura, encontra nas Páginas Amarelas.

Páginas Amarelas de Cabo Verde

Tudo que procura, encontra nas Páginas Amarelas.

Mulher

Em memória daquelas lutaram e perderam as suas vidas para que hoje tivéssemos direitos equiparados ao sexo masculino, que dedicamos o texto dessa semana a todas as mulheres e principalmente as nossas cabo-verdianas. Mulheres de fibras, que desbravam rochas, lutam dias apos dia para que tenhamos uma sociedade mais justa e mas digna para os nossos filhos.

 

Aos poucos, conquistaram os seus lugares em todos os parâmetros da sociedade, na educação, na política, economia entre outras áreas que dominam com competência, profissionalismo e muito rigor.

 

12792218_683266385109466_7296805014729987467_o.jpg

 

Para comemorar esse mês dedicado a mulher ouvimos uma das flores da Yellow Team – Páginas Amarelas de Cabo Verde. Adelaide Melo – Diretora de Vendas, com 19 anos de casa e que sempre exerceu funções na área comercial, nos conta um pouco da sua experiencia profissional conjugada a sua tarefa de mãe. Ela ressalta que os desafios são constantes mas o que faz a diferença é a forma como lidamos com cada um. “Pertenço a uma empresa que tem uma equipa espetacular e quando isso acontece todas as barreiras são ultrapassadas de forma natural”

 

IMG_2898.jpg

 

Abaixo a entrevista:

 

Para ti qual a característica fundamental para um bom comercial?

Ter paixão, conhecimento, autoconfiança, saber ouvir, ter metas, objetivos, Ética, honestidade, ser proactivo e principalmente ter respeito pelo cliente.

 

Como foi para ti conjugar a carreira e a tarefa de ser mãe?

Na nossa profissão temos que viajar muito, só a título de exemplo, para poder dar continuidade amamentação da minha filha viajei com ela até os 2 anos. Em cada ilha\zona tinha que arranjar uma baba diferente. É claro, sem falar da ausência que dificulta na educação e acompanhamento dos filhos.

 

Considera-se hoje uma pessoa com um Networking bem construído?

Tenho a certeza que sim, é outro lado bom da nossa profissão, ajuda-nos a construir bons relacionamentos profissionais e a ampliar as nossas redes de contactos. É claro que deve haver um trabalho para que possamos mante-los eficientes.

 

Nesses anos de trabalho o que foi mais gratificante?

Como mulher, a minha independência financeira, como profissional aumento dos meus conhecimentos, a capacidade de ultrapassar os obstáculos (seja ela pessoal ou profissional) e como mãe, ver que fui capaz. Ainda que muitas vezes, ausente em momentos importantes, fui capaz de educar, amar e acompanha-los. É uma sensação de dever comprido e de realização.

O importante em cada trajetória profissional e profissional é poder no final de cada dia dizer, valeu a pena. No final os sacrifícios são todos compensados pelo trabalho árduo, a dedicação, o compromisso. Somos e sempre seremos a fonte da mudança, afinal, a educação ainda está nas nossas mãos.

 

 

Por Cheila Delgado

2 comentários

Comentar post