Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Páginas Amarelas de Cabo Verde

Tudo que procura, encontra nas Páginas Amarelas.

Páginas Amarelas de Cabo Verde

Tudo que procura, encontra nas Páginas Amarelas.

O que os elefantes podem ensinar os candidatos a presidente dos Estados Unidos da América sobre a liderança?

A autora Arlene Weintraub, que é norte americana, investigadora na área da saúde de empresas que desenvolvem produtos, nomeadamente drogas para a saúde

Neste artigo ela faz uma analogia sobre a liderança humana e a liderança animal.

 

Neste momento, dois candidatos do partido Republicano nos EUA estão em campanha eleitoral para um deles ser escolhido como candidato do partido às próximas eleições presidenciais e houve um debate entre eles no qual assistiu a autora deste artigo. Os candidatos são Ben Carson e Donald Trump.

 

Neste debate, os dois contaram histórias e peripécias das suas vidas desde infância até ao presente momento e como pretendem exercer o cargo de Presidente dos EUA caso um deles for eleito.

A autora viu o debate e concluiu que ambos possuem carisma suficiente para ser Presidente dos EUA. Mas ela interroga:

 

Ter carisma é sinal de um bom líder?Será que ter uma garantia de uma personalidade forte e dominante é suficiente para subir ao tão alto cargo? Não falta algo mais?

 

Contudo, um estudo realizado por uma Universidade norte-americana a propósito dos candidatos a Presidente dos EUA, conclui que esses candidatos poderiam aprender algumas coisas sobre os elefantes e outros membros do reino animal no que diz respeito a liderança. Isso porquê? Porque o estudo chegou a uma conclusão surpreendente: Independentemente de ser Humano ou Animal a experiência é mais importante do que carisma quando se trata de ganhar papéis de liderança.

 

Este estudo que investigou o reino animal diz por exemplo que um elefante por maior que seja em termos de porte físico, se não tem experiência na liderança de grupo, este nunca vai ter a responsabilidade de um líder porque nenhum outro elemento do grupo irá segui-lo. Convém lembrar aqui que esses animais caminham sob a orientação de um líder experiente

 

df.jpg 

O mesmo estudo evidencia também que os leões são animais experientes mas não tem um líder. Caçam em conjunto e compartilham o resultado de caça. Isto nada tem a ver com a liderança mas sim com a experiência.

 

Ainda é importante evidenciar aqui o comportamento das hienas. Estas são egoístas e cada uma procura demonstrar a sua superioridade, no entanto, se unem quando a sobrevivência do grupo está em jogo.  É o carnívoro mais bem-sucedido no reino animal porque atua em grupo.

 

Tudo isso é para comparar com os candidatos a Presidente dos EUA. Preocupam-se em ser um bom líder mas esqueçam que o que vale é a experiência e que nenhuma decisão deve ser tomada isoladamente.

 

Você pode ter uma posição dominante sobre o grupo, ser um bom líder, mas se não tem experiência suficiente de liderança para saber que muitas decisões devem ser tomadas em grupo, todo o esforço resultará num fracasso.

 

Arlene Weintraub citando o autor desse estudo diz:

"As estruturas de liderança que devem ser mais bem-sucedidas são aquelas que são altamente equitativas quando beneficiam seus seguidores. Quando o domínio é a única maneira, você tem uma distribuição muito desigual, distorcida da riqueza." 

 

 

Por António Ramos-Departamento de Arte das Páginas Amarelas de Cabo Verde

Fonte: http://www.forbes.com/sites/arleneweintraub/2015/11/10/study-what-elephants-can-teach-the-presidential-candidates-about-leadership/